×

Projeto do Sesc Cidadania resgata a leitura dos clássicos literários brasileiros 

Alunos apresentaram seus trabalhos inspirados em 23 obras

31 Out 2019 17h20 atualizado 31 Out 2019 17h22

Aluísio de Azevedo, Machado de Assis, Cora Coralina, Luís Fernando Veríssimo e Cecília Meireles. Esses foram alguns dos escritores selecionados para a 5ª edição do projeto Nas Entrelinhas do Brasil desenvolvido pelo Centro Educacional Sesc Cidadania, em Goiânia. O objetivo do projeto é desenvolver com os alunos do Ensino Fundamental Anos Finais o hábito da leitura a partir das obras clássicas brasileiras. Foram selecionados para esta edição, 23 livros e 13 escritores. 

Segundo a professora Glaucimeire Teixeira, o projeto Nas Entrelinhas do Brasil é fruto de um outro trabalho que já é desenvolvido na escola por meio da Biblioteca, o projeto Passaporte Literário. “Nós queremos que os nossos alunos cresçam com criatividade, senso crítico, hábito de leitura e também da produção textual”, destacou. 

O projeto Nas Entrelinhas do Brasil é desenvolvido com os alunos do 9º do Ensino Fundamental. O trabalho foi divido por etapas. A primeira fase foi com a leitura dos livros selecionados. Já a segunda parte ocorreu dentro das salas de aulas com as apresentações teatrais que foram produzidas, escritas e dirigidas pelos próprios estudantes. Todas as peças baseadas nas obras clássicas estudadas. 

A última etapa do projeto ocorreu na manhã desta quinta-feira, 31 de outubro, no auditório do Centro Educacional Sesc Cidadania. Os alunos apresentaram seus trabalhos para os estudantes do 8º do Ensino Fundamental. Teatro, música, dança, poema e literatura tomaram conta do palco e encantaram todos os presentes. 

“Eles são os protagonistas e ver o engajamento deles é impressionante. Todos querem participar e mostrar suas habilidades. É muito bonito esse trabalho”, ressaltou a professora Marcela Rodrigues. 

Jornal 

O projeto Nas Entrelinhas do Brasil ainda desenvolveu com os estudantes do 9º ano a produção de um jornal baseado nos livros e escritores trabalhados em sala de aula.  Meninos e meninas escreveram reportagens, notícias, artigos de opinião e editorial. Esse é o quinto jornal realizado pelos alunos.